Como fazer fantoches de maneira simples e fácil em poucos passos!

Não é novidade que, nas últimas décadas, famílias e educadores vêm buscando na internet um importante ponto de apoio, especialmente se o assunto é desenvolvimento dos pequenos. E não é por menos, piscou e eles parecem já ter acesso facilitado a tabletes, celulares ou todos os aparelhos eletrônicos.

Aqui na Brincando com Papelão, nós não poderíamos ficar de fora das inovações do assunto, mas decidimos ir além – selecionamos uma lista ideias de como fazer fantoche simples e fácil para tornar a vida de pais, mães e educadores ainda mais prazerosa e artesanal.

Menina em cozinha utilizando luva

Inovações tecnológicas vão bem, obrigada, mas conciliar isso com brincadeiras que são um clássico é ainda melhor, não é? Vem com a gente, as dicas para deixar os pupilos mais concentrados e estimular as mil e uma histórias estão na palma das mãos!

Fantoches de meia: confere!

A primeira das dicas na lista já chega propondo um tipo de fantoche que faz sucesso entre os pequenos, e também vem para agradar os adultos no quesito simplicidade dos materiais envolvidos.

Sabe aquelas meias já desbotadas, com um pé furado ou que ficaram meio borocoxô com o uso? Pois elas são muito bem-vindas aqui no tópico! Separa já as suas e vem conferir os passos:

  1. use e abuse da diversidade de cores, tamanhos ou tecidos, faz mal nenhum se as suas meias estão furadas!
  2. se tiver tinta de tecido em casa, pode pintar o sete: quanto mais cor, melhor, a criatividade que manda na composição das personagens.
  3. feltros e canetinhas para composição de detalhes e partes específicas são um charme à parte!

Para usar, é bem simples, vista as meias nas mãos e, com estas posicionadas como pinças, faça movimentos como se o fantoche estivesse falando.

Fantoches de papel: presente!

Eis aqui mais um material democrático, afinal, a maioria de nós possuímos uma pilha – seja ela pequena ou grande, de papel naquela gaveta já cheia.

Chegou o tão esperado momento de colocar a mão na massa, digo, no papel, e transformar celulose em muitas histórias para contar às crianças! Mas bateu alguma dúvida em como fazer fantoche com elas? Tranquilo que a Brincando com Papelão te conta algumas dicas!

  1. se tudo o que você possui em casa são boletos já desbotados, colorir seus papéis está permitido!
  2. chama a família inteira, nada melhor que transformar papéis monocromáticos em personagens de histórias únicas tendo ao lado aquele familiar que sempre te inspira novas ideias.

Já ouviu falar em origami ou nos queridinhos tsuru? A cultura oriental nos empresta dicas preciosas em dobraduras, para tornar a criação do seu fantoche ainda mais especial!

Criar histórias nunca mais será o mesmo, confira mais com a gente.

Origamis: do Japão para a sua casa!

Se no início do post você se perguntou como fazer fantoche de forma simples e fácil, nós da Brincando com Papelão já lhe contamos algumas maneiras de, com diversão, garantir a confecção da sua brincadeira. Mais eis que surgem, somados ao time, nossos queridinhos origamis.

Exemplo milenar da cultura japonesa, a tradução da palavra em si, além de ter tudo a ver com o nosso assunto, é história pura em cada detalhe: dobrar papel!

Origami com papel verde

É isso mesmo que você está lendo, os origamis nos convidam a, a partir de folhas de papel, criar personagens, formas geométricas e tudo aquilo que a criatividade optar. Existem vários tutoriais simples por aí que você pode seguir e criar animais, objetos, pessoas e muito mais, apenas dobrando.

E não é só o papel sulfite que pode virar um excelente fantoche, sabia? Nós já ensinamos como fazer um boneco de papelão super fácil e dinâmico, que pode muito bem entrar para o seu teatro de fantoches. Confira!

Dê asas para a sua imaginação!

Sucata também é brincadeira!

Pensou mesmo que aquele material comumente descartado no lixo reciclável não estaria entre as dicas de como fazer fantoches simples? Pois pense novamente, sucata é sinônimo de brincadeira garantida.

Além de incentivar os pequenos a reutilizar materiais prontos para a reciclagem, o uso de sucata garante aos adultos baixo custo nos materiais investidos: fique de olho que a Brincando com Papelão te conta mais!

  1. separe garrafas pet, caixinhas de leite, rolinhos de papel e uma infinidade de materiais que sobraram em casa e podem ser fonte de novas brincadeiras.
  2. na hora de cortar e dar formas para as personagens, esteja presente para tornar o momento de criação ainda mais significativo e seguro com as crianças.
  3. aposte no uso de colas e fitas para dar movimento às peças criadas, além de adicionar a decoração dos itens, muita vida e a personalidade dos que colocaram a mão na massa, quer dizer, na sucata!

Conte nos dedos as ideias novas!

Já pensou que os seus dedos poderiam ser fonte de diversão na criação de fantoches? Pois aqui no blog post você descobre de maneira simples e objetiva que os “dedoches” são uma bela opção em brincadeiras inclusivas.

Mão de criança pintada de tinta, com desenho de carinha feliz

Os materiais são como em outras dicas, bastante variados, podendo incluir desde os clássicos EVA às novidades que surgirem diretamente da sua casa.

A ideia aqui é personalizar as personagens para que elas caibam dentro da sua história e, principalmente, na mãos de todos os envolvidos!

  1. selecione os materiais disponíveis em seu lar!
  2. use e abuse de feltros: é coladinho neles que seu dedoche ganhará vida.
  3. canetinhas são sempre bem-vindas, ouse nos detalhes!

Se surgirem dúvidas de como confeccionar tinta caseira para colorir o seu fantoche, nós da Brincando com Papelão relembramos como fazer. Agora é com você: garanta de maneira simples a diversão de toda a família!

Deixe um comentário