As brinquedotecas são espaços pensados exclusivamente para que as crianças tenham uma infância mais divertida, e claro, que conte com muitos brinquedos e atividades que auxiliam no desenvolvimento infantil, tornando esse ambiente uma ótima alternativa para auxiliar na educação dos pequenos.

Principalmente durante a fase entre os 2 até os 10 anos de idade das crianças, é fundamental que elas tenham uma área só delas para lerem, brincarem e até realizarem tarefas mais elaboradas.

Se você tem criança pequena, sabe que o cuidado demanda uma atenção extra, visto que estão sempre fazendo peripécias, mas estar presente enquanto eles brincam também é uma das formas de se aproximar mais dos filhos, seja brincando junto, lendo histórias ou até deixando a criatividade deles aflorarem com algumas ideias factíveis de realizar.

Nada melhor do que fazer tudo isso em um espaço próprio, que é a brinquedoteca, e para que você consiga montar a sua, em sua casa, de forma simples, a Brincando com Papelão preparou algumas dicas especial.

Duas crianças brincando em um local com brinquedos.

O que é uma brinquedoteca?

Uma brinquedoteca, é assim como o nome sugere, um lugar com brinquedos e livros, sendo possível brincar e ainda ter uma biblioteca na mesma área. Ela é composta por brinquedos que a criança já tenha, acessórios, elementos de decoração para deixar o espaço mais lúdico e o que mais você achar interessante incluir.

A união entre atividades cognitivas, coordenação motora, e as que ajudam na criação, como pinturas, instrumentos musicais, etc, são indispensáveis para gerar entretenimento e aprendizado ao mesmo tempo.

A brinquedoteca pode ser feita não só nas residências, mas também em estabelecimentos que recebem crianças com frequência, consultórios pediátricos ou até restaurantes. Por isso, independente de onde será a sua, saiba que é possível montá-la de forma simples.

Como montar uma brinquedoteca?

Para montar uma brinquedoteca, primeiro você precisará analisar o ambiente no geral e ver um espaço que caiba alguns livros, uma pequena decoração e a caixa de brinquedos. Caso você tenha um cômodo livre, também pode ser feito nele, e a maneira que você vai organizar os elementos vai depender da área disponível. Siga essas dicas para ver qual se encaixa mais com seu espaço.

Sala grande que comporta brinquedos.

Brinquedoteca em espaços grandes

Nos espaços grandes, como um cômodo vazio, você pode explorar os elementos lúdicos, isso porque essa abordagem permite que os estímulos criativos sejam desenvolvidos.

Para isso, use diversas cores na pintura ou papel de parede para ampliar o desenvolvimento, visto que, de acordo com a psicologia das cores, os diferentes tons podem influenciar e promover estímulos em partes do cérebro que estão interligadas com o aprendizado.

Depois de ter as cores e organizar o espaço, inclua prateleiras baixas com livros posicionados na altura da criança, com o intuito de incentivar uma autonomia, depois deixe os brinquedos separados dos livros em uma parte que pode ter tatames de EVA para brincarem a vontade no chão, e se caírem não se machucam com a proteção do tapete.

Nos espaços grandes também é possível deixar brinquedos maiores e deixar até uma cesta de basquete logo acima do lixo para incentivá-los a fazer o descarte correto do lixo, é bem divertido tentar acertar papeizinhos na cesta.

Brinquedoteca em espaços médios

Nesses casos, a decoração também pode ser lúdica, mas um pouco mais otimizada. Tudo isso é possível com elementos precisos, os quais podem ser mesinhas e cadeiras pequenas para dispor alguns desenhos e lápis de cor, ou giz de cera para os pequenos desenharem e pintarem.

Um dos benefícios de desenhar, é que estimula a criatividade e inteligência emocional de forma efetiva, tanto na infância, quanto na vida adulta, por isso é uma ideia indispensável para as residências e outros locais que sempre possuem a presença de crianças, incluírem uma mesinha, e também, não se esqueça de uma estante com livros, para ser uma brinquedoteca!

Sala de pequeno porte com brinquedos.

Brinquedoteca em espaços pequenos

Para os pequenos espaços que só conseguem um cantinho na sala, ou nos consultórios pequenos que só contém uma área disponível, a mesma ideia da mesinha com cadeiras e pintura pode se manter, porém como o espaço é menor, invista em puffs para que eles possam realizar a leitura com mais conforto.

Para otimizar ainda mais esse espaço, indicamos incluir prateleiras, uma vez que elas deixam o chão livre. Apenas não se esqueça de colocar proteção nas quinas e nas tomadas, essa observação é importante em todos os casos citados.

Caso não consiga incluir uma prateleira, você pode usar a caixa de brinquedos para apoiar os livros, isso facilita o acesso da criança ao livro, ao mesmo tempo em que te ajuda a aproveitar bem o espaço.

A brinquedoteca com certeza é uma opção incrível para sua casa ou estabelecimento. Afinal, as crianças estão sempre em busca de novidade, algo que nunca falta no mundo da imaginação. Agora que você já sabe como dar o ponta pé inicial para montar uma brinquedoteca com elementos simples, não se esqueça de acompanhar nossos outros conteúdos, como o fantoches com meia, e tantos outros com ideias criativas e simples.

Deixe um comentário