Como escolher brincadeiras para crianças autistas? Um guia prático!

Ao fazer uma pesquisa rápida no google sobre brincadeiras para crianças autistas, as primeiras buscas destacam produtos educativos muito genéricos e voltados para aprendizagem. Claro, esses tipos de brinquedos são super necessários! No entanto, as suas escolhas não podem ficar limitadas a esses resultados.

Nós reunimos, com muito carinho neste post, um compilado de informações e dicas que vão te auxiliar a escolher brincadeiras super divertidas e adequadas para crianças autistas. Afinal, na hora de escolher uma atividade para uma pessoa com Transtorno do Espectro do Autismo (TEA), é necessário prestar muito mais atenção na pessoa em si do que na sua condição.

Criança vestida de super heróis com um braço erguido
Little boy playing superhero at the playground

Continue conosco para entender tudo sobre esse tema e virar um especialista em brincadeiras que são educativas mas também são super legais!

Autismo: um olhar com respeito e carinho

Se você está por aqui, é muito provável que já tenha bastante conhecimento sobre TEA e como lidar com pessoas com o transtorno, não é? Por isso, está em busca de deixar o dia a dia dessas pessoas mais divertido e aprimorar ainda mais a sua aprendizagem. Então, é importante pensarmos em alguns pontos simples.

O autismo é uma característica, por isso não define por completo a criança, afinal, ao escolher um presente para qualquer outra pessoa você considera primeiro quem ela é e o que ela gosta, certo?

Nesse caso, o primeiro passo para acertar com precisão na hora da seleção de brincadeiras é pensar com empatia, englobando a totalidade daquela criança e não somente um ponto específico.

Ainda assim, entendemos que há pontos-chaves nas atividades que podem deixar as brincadeiras mais divertidas e interessantes para os pequenos. Dessa forma, agora, vamos ao que interessa: as brincadeiras podem e vão desenvolver de forma muito positiva uma criança que está dentro do espectro. Continue a leitura e embarque nessa conosco!

Como escolher brincadeiras para crianças autistas: dicas básicas

Além de considerar as características de personalidade como citamos lá em cima, é imprescindível optar por objetos ou ações que promovem a interação, a imaginação e a comunicação.

O ENECULT (Encontro de Estudos Disciplinares em Cultura) desenvolveu um artigo muito relevante sobre como as brincadeiras lúdicas contribuem de modo primordial no desenvolvimento da criança com autismo.

Ao invés de oferecer um aparelho eletrônico, como um carrinho de controle remoto, com o qual a criança irá brincar sozinha, pode ser muito mais produtivo oferecer uma atividade que seja criar um carrinho ou um boneco para exercitar a imaginação e dar vida a eles.

Com esse tipo de escolha, você estará estimulando sensorialmente o seu filho de diferentes maneiras. Por outro lado, brinquedos com muitas luzes e sons podem não ser adequados e despertar comportamentos de isolamento e repetição, então, é melhor evitá-los.

Brincadeiras que favorecem a psicomotricidade

Brincadeiras com bolas, bicicletas, patins, pique e pega, são alguns exemplos muito úteis para auxiliar no desenvolvimento e conhecimento do próprio corpo, gastar energia e despertar algumas destrezas como flexibilidade e equilíbrio.

Criança andando de bicicleta em um gramado, com roupas adequadas para a brincadeira

Além de super divertidas, são possíveis de praticar em família, vale a pena investir nessas brincadeiras com as crianças autistas!

Brincadeiras que favorecem a comunicação

Jogos de pergunta e resposta, mímica, adivinha, jogos em dupla ou em equipes são ideais para trabalhar a linguagem e comunicação das crianças com autismo.

Fique atento às necessidades individuais da sua criança, talvez duplas ou trios sejas muito mais funcionais do que equipes grandes. Não exclua o seu filho ou sua filha das brincadeiras tradicionais, apenas adapte a um modo que ficará mais confortável para ele!

Brincadeiras que favorecem a imaginação

Carrinhos, casinhas de boneca, bonecos, aviões, fogões, vestidos, disfarces, fantasias etc… Podemos citar aqui, também, os brinquedos de papelão, você conhece? Separamos lá em baixo um tópico especial para eles.

Menino dentro de avião de papelão

E você em conjunto com a criança pode fazer bonecos de diferentes materiais como pano, casinhas de papelão ou outros itens. Abuse da imaginação, ela será muito importante por toda a vida do seu filho!

Confira agora: brincadeiras que não podem faltar

Blocos de montar, brinquedos de borracha para morder, jogos de boliche de plástico, carrinhos sem bateria ou feitos a mão, jogos tipo dominó ou de memória, instrumentos musicais (geralmente são muito tentadores para as crianças do espectro autista).

Livros, contar e criar histórias, bolhas de sabão, comidinhas de plástico, kit médicos, fantoches de mão ou de dedo, caixas sensoriais como massinha, luva, pena, objetos de diferentes texturas, enfim, é uma gama extensa!

O segredo pode estar em ouvir da criança o que ela deseja, se é uma fantasia, escovas de dentes ou animais como dinossauros – ofereça aquilo em que ela desperta interesse ainda que possa parecer um pouco inusitado.

Pode acontecer de a criança não se mostrar muito disposta à interação, mas não desista!

Crie métodos instigantes, por exemplo: use um brinquedo para brincar em paralelo a ela e, aos pouquinhos, vá transformando aquela atividade, que a princípio era solitária, em um momento de interação, sempre respeitando as preferências sensoriais da criança. Uma hora ela irá se sentir confortável para interagir!

Quer mais dicas de brincadeiras para fazer em casa? Então confira nosso conteúdo e aumente as possibilidades!

Por fim, separamos um tópico para ressaltar a importância de investir em brinquedos mais orgânicos e estimulativos do que em tantos outros jogos que não agregam valor, mas estão nas prateleiras tradicionais, olha só!

Brinquedos de papelão e seus benefícios para crianças TEA

Os brinquedos de papelão deixam qualquer atividade ainda mais lúdica e divertida. Com eles, as crianças podem, cada vez mais, desbravar suas habilidades cognitivas e deixar o seu brinquedo super personalizado, pintando-o com giz de cera ou fazendo desenhos com lápis de cor e canetinha.

Um outro ponto super legal é que a caixa de sapato guardada por um longo tempo pode facilmente se tornar o material, basta deixar nascer a criatividade e fabricar acaba se tornando também uma brincadeira!

Casinhas de boneca, cama, celular, carro, fogãozinho, panelinhas, essas são algumas das transformações geniais que o papelão pode sofrer.

Brincadeiras desse tipo trazem à tona a imaginação, a coordenação motora e habilidades muito significativas de raciocínio lógico! Viu só? São muitos ganhos!

E caso você não disponha de muito tempo ou procura por itens mais robustos e elaborados, já é possível encontrar uma variedade de brinquedos de papelão prontos, que mais parecem obras de arte.

Bom, esse foi o nosso guia prático e descomplicado sobre brincadeiras educativas que promovem estímulo no desenvolvimento e aprendizado e ainda garantem a diversão das crianças dentro do espectro autista (TEA).

Preparamos esse conteúdo com muito zelo pensando em enriquecer ainda mais o seu dia a dia! Se você deseja ficar por dentro das brincadeiras, aprendizagem, cognição e tudo mais do universo infantil, continue nos acompanhando.

Semanalmente nosso Blog trará conteúdos exclusivos sobre variados temas. Pratique uma dessas brincadeiras que citamos acima com o seu filho e deixe aqui nos comentários a sua experiência, vamos amar saber! Até a próxima!

Deixe um comentário