Uma atividade sobre a família feita com nossos pequenos muitas vezes tem efeito bem maior do que podemos imaginar. Elas estreitam os laços familiares na medida em que as crianças se divertem, aprendem mais sobre a própria história ou desenvolvem uma nova habilidade.

Essas brincadeiras trabalham o autoconhecimento, a empatia, a capacidade de reconhecer o outro e mostram para os menores a importância de cada um dos membros da família na vida deles. Todas essas características são importantes para que eles cresçam valorizando as pessoas próximas a si, tratando todos com carinho e educação.

Além disso, os pais também tem forte impacto no desenvolvimento cognitivo e motor de seus filhos. As atividades feitas em casa também podem ajudar com a coordenação motora fina, a fala e a memorização de novas palavras.

Nessa fase em que a imaginação está super aflorada e eles possuem energia de sobra para brincar, precisamos de muita criatividade para saber como entretê-los. Por isso, nós da Brincando com Papelão trouxemos dicas de atividades sobre a família para você aplicar com coisas que provavelmente já tem no seu lar.

Continue lendo e saiba quais são as brincadeiras que preparamos para te ajudar!

Atividades sobre família: 5 opções fáceis de fazer!

A correria do dia a dia é tanta que nem sempre temos muito tempo para nos dedicar a quem realmente importa, não é mesmo? Por isso, quando sabemos que vamos ter um momento para aproveitar com nossos filhos, é bom já termos em mente algumas brincadeiras para fazer com eles, ou perderemos nossos preciosos minutos apenas tentando pensar em algo.

O desafio de decidir o que fazer aumenta quando as atividades em família são feitas para, além de distrair e divertir a criançada, estreitar os laços entre os membros da casa. Confira algumas ideias para não sofrer nesse processo e garantir muitas recordações gostosas com seus filhos!

Faz de conta com as histórias da família

Todo mundo veio de algum lugar, certo? Que tal contar algumas histórias da família e deixar que eles criem algo a partir disso?

Você pode contar como os pais do pequeno se conheceram, de qual local avós e bisavós vieram, quais as profissões que existem na família e tudo que os ajude a entender quais são suas as origens. Para ajudar a ilustrar melhor as situações, você pode usar mapas para mostrar por onde alguns familiares passaram, fotos antigas ou até mesmo roupas da época, caso ainda tenha.

menina amarrando coroa na cabeça para brincar de faz de conta

Acontecimentos engraçados também são muito bem vindos! Além de fazer todos soltarem boas risadas, eles ajudam a prender a atenção das crianças!

Enquanto conta a história, exercite a criatividade com um faz de conta! Convide seus filhos para encenar alguma das situações narradas, deixe que eles criem diálogos, inventem o que acham que aconteceria no trabalho ou na época em que os adultos da casa eram mais novos.

Mímica: um clássico das noites de jogos

Será que todo mundo conhece bem os membros da casa? Testem isso com um Jogo de Mímica! O objetivo é tentar que os jogadores adivinhem qual parente está sendo representado. Para isso, escrevam numa folha os nomes de pessoas da família com quem todos tenham bastante contato e saibam as características físicas e manias.

Separe todos os nomes uns dos outros, dobre os papéis e coloquem em algum pote. Em seguida o primeiro jogador deve sortear um e explicar quem foi a pessoa sorteada apenas através de gestos. Quando acertarem, uma próxima rodada começa, e assim uma pessoa por vez deve sortear e encenar um familiar.

Lembre-se, nesse jogo não vale falar!

“Quem sou eu?”

Com um objetivo muito parecido da opção anterior, o “Quem sou eu?” também testará a memória sobre os membros da família. A diferença é que nesse jogo, o jogador da vez não saberá quem ele tirou – daí vem o nome da brincadeira.

O restante dos participantes devem escolher alguma pessoa entre os parentes, escrever num papel e deixar na testa de quem estiver adivinhando naquela rodada. Para descobrir as pistas, o jogador que tem o nome na testa precisa fazer perguntas que as respostas sejam sim ou não. Por exemplo: “É uma criança?”, “Tem cabelo loiro?”, “Mora aqui em casa?”.

Podem ser feitas até 10 perguntas por rodada e, no fim delas, o jogador precisa falar quem ele pensa que é baseado nas dicas.

Fantoches: um teatro da família

Feitos com meias, canetas, barbantes e outras coisas que temos em casa, os fantoches podem ser usados para estreitar os laços familiares em um teatro improvisado. Tudo o que você vai precisar são alguns fantoches de meia que já ensinamos por aqui como fazer, um cenário e muita criatividade!

Cada um dos bonecos deve representar um membro da casa e, juntos, vocês devem criar uma história. Aproveite esse momento para mostrar a importância de ajudar uns aos outros, ou para ressaltar qualidades dos participantes numa determinada situação. Exemplo: “Por saber dividir sua comida com os outros, Pedrinho ajudou o resto da família a continuar sua aventura para resgatar a princesa.”

duas meninas sentadas na cama segurando brinquedos

As histórias podem ser as mais variadas possíveis. Usem cômodos da casa ou uma casa de brinquedo para fazer os cenários do teatro e a experiência ser ainda mais divertida!

Plantar com os pequenos: o poder do cuidado

Uma das bases de uma família feliz é o cuidado, mas nem sempre é fácil fazer os pequenos entenderem a importância dos pequenos atos diários, então aqui está uma ideia!

Plantar, seja no quintal de casa ou num vaso dentro de um apartamento, é uma atividade que irá mexer com as habilidades motoras das crianças e ainda mostrará como é necessário cuidar das coisas. Por isso, escolha a semente de uma flor ou planta de sua preferência e chame as crianças para a experiência.

mãe e filha plantando no jardim

Enquanto plantam, explique que aquela mudinha é uma responsabilidade de todos ali e que eles precisam cuidar para que cresça saudável e forte. Com o passar dos dias, reserve um momento para juntos aguarem a plantinha e conferirem se ela está bem.

Compare aquele vasinho com a casa de vocês, e a planta com os membros da família – se tiver espaço, dá até para plantar uma mudinha para cada pessoa do seu lar. Explique sobre ajudar os outros, sobre tomar os cuidados necessários para uma boa convivência e como precisamos todo dia fazer o que podemos para quem amamos.

E aí, gostou das nossas dicas para atividades sobre a família? Esperamos que elas proporcionem várias memórias boas e que ajudem as crianças a entenderem mais sobre como nossos pais, irmãos, avós e familiares são importantes. Essas brincadeiras farão com que eles exercitem a criatividade enquanto se conectam com vocês, ou seja, só tem vantagens!

Nosso blog está repleto de outros conteúdos relevantes sobre educação infantil e brincadeiras para os pequenos, não deixe de conferir! Até o próximo post!

Deixe um comentário