A atividade de coordenação motora tem um objetivo principal: desenvolver os 4 tipos de coordenação motora da criança. Esses tipos irão fazer com que ela aprenda a realizar atividades como correr, pular, escrever, controlar movimentos específicos, costurar, entre outros. Segundo o Portal da Educação, os cinco tipos são os seguintes:

1. Coordenação Motora Geral;

Ela tem como objetivo geral fazer com que os pequenos aprendam a dominar os seus próprios corpos, controlando todos e quaisquer movimentos. Ela precisa ser desenvolvida visto que é essencial para que as crianças aprendam a andar, rastejar, pular, entre outros.

2. Coordenação Motora Específica;

Desenvolver esse tipo de coordenação garante que a criança irá saber controlar movimentos específicos em determinadas atividades como, por exemplo, jogar futebol onde ela precisa saber que deve chutar com os pés e jogar basquete, onde ela precisa realizar movimentos com os braços e com as pernas de uma maneira sincronizada.

3. Coordenação Motora Fina;

A coordenação motora fina envolve todos os pequenos movimentos feitos pelas mãos, ou seja, o escrever, desenhar, costurar, recortar e até mesmo digitar no telefone ou no teclado do computador. Ela trabalha movimentos mais delicados que são realizados em atividades específicas.

mãos de crianças pintando e desenhando

4. Coordenação Motora Grossa;

Esse tipo é desenvolvido com o fim de garantir que o corpo da criança desenvolva impulso e força, abrangendo vários músculos ao mesmo tempo. Os exercícios que precisam ser feitos para estimular essa coordenação são principalmente compostos por atividades físicas, como correr, pular, praticar esportes, erguer objetos, dançar, entre outros.

Antes de começar a desenvolver essas coordenações motoras na criança, precisa-se entender em qual fase do desenvolvimento infantil ela se encontra, para assim buscar a atividade que mais se irá encaixar com a sua faixa etária!

Atividades de coordenação motora para fazer em casa!

Quando falamos sobre Educação Infantil e o ato de estimular as 4 coordenações motoras nas crianças, os educadores preferem realizar atividades que englobam todas elas, visto que, assim, eles irão saber ao certo em qual área o seu aluno precisa de mais estímulo e reforço.

voando pulando alto infância e sonho com um futuro grande e famoso

Em casa, você e o seu pequeno podem nortear e afunilar as atividades, deixando-as mais específicas. Trouxemos 5 atividades diferentes para fazer com o seu filho! Serão 4 específicas e uma no geral, para ter todas as opções. Veja a seguir e tenha momentos super especiais com a sua criança!

1. Pular Corda: Coordenação Motora Geral

Idade: a partir de 4 anos

Materiais: corda para pular

“O homem bateu na porta

E eu abri

Senhoras e senhores

Coloca a mão no chão

Senhoras e senhores

Pule de um pé só

E da uma rodadinha

E volte para o olho da rua”

Fundo rosa com gatorinha de roca claro a frente.jpg

Essa atividade desenvolve a coordenação motora geral/ampla de um dos melhores jeitos possíveis. A criança começará a ter mais noção espacial do seu corpo, ela se esforçará para manter o equilíbrio enquanto pula e estimulará a sua atenção, pois ela terá que cantar a música clássica também.

2. Costurar: Coordenação Motora Fina

Idade: a partir de 6 anos

Materiais: agulhas, pedrinhas de bordados e tecidos

Trabalhar a coordenação motora fina significa a estimular a criança a começar a aprender a escrever, digitar, pegar objetos com facilidade, desenhar, entre outros. Dentro dessa coordenação, podemos citar o movimento de pinça que consiste em segurar pequenos objetos com a ponta dos dedos.

Pegue uma blusa velha, que pode ser da criança, e trace alguns desenhos com um canetão para que ela siga as linhas enquanto borda. Vocês podem bordar juntos, transformando a atividade em um momento a dois.

Outra sugestão de costura é fazer brinquedos! A criança irá amar confeccioná-los, aprenda a fazer fantoches de um jeito super simples e fáceis aqui no nosso Blog!

3. Circuito: Coordenação Motora Grossa

Idade: a partir de 2 anos

Materiais: cadeiras, elásticos, folhas de papel, entre outros!

O circuito é uma ótima maneira de trabalhar a coordenação motora grossa. Monte-o em um lugar da casa bem amplo para inserir o máximo de coisas possíveis. O ambiente também necessita ser silencioso para não distrair a criança. Comece com coisas básicas, como, por exemplo, uma folha de papel com desenhos de pés, sinalizando que para começar ela deve colocar ambos os pés na folha.

Logo, coloque outra folha com desenhos de mãos. Assim, ela precisará se agachar para atingir o obstáculo. Intercale ambos movimentos ao longo do circuito. Você pode colocar cadeiras para que ela passe por baixo ou pule por cima, túneis de bambolê, uma casinha de papelão que ela terá que abrir a porta para entrar e buscar algum objeto, enfim, as ideias são inúmeras, solte a criatividade!

4. Futebol em Casa: Coordenação Motora Específica

Idade: a partir de 4 anos

Materiais: bola de futebol

Essa coordenação motora irá desenvolver habilidades específicas, como estimular a criança a aprender e decidir com qual dos pés ela se sente mais confortável para chutar a bola ou qual dos dois braços ela tem mais força para levar uma bola de basquete.

paio e filho jogando futebol no parque

Essa atividade é bem simples de ser realizada, apenas escolha um lugar da casa onde nada corra o risco de ser quebrado, monte um gol e divirta-se com o seu pequeno! Você pode optar por usar uma bolsa de pelúcia, assim não ocorrerão acidentes!

5. Blocos de Montar: todos os tipos

Idade: a partir de 3 anos

Materiais: blocos de construção

Os blocos de construção e montagem são perfeitos para trabalhar todas as coordenações! Ao montar e ficar concentrada, a criança começa a desenvolver a imaginação, criatividade, noção espacial, equilíbrio, entre tantos outros benefícios. Ao terminar a montagem e ter estimulado uma coordenação fina, geral e específica, vem a vez da grossa.

Peça que o pequeno monte o seu próprio circuito com as peças! Ajude-o a montar labirintos, obstáculos para pular, as opções são inúmeras!

A verdade é que a criança aprende brincando, então aproveite o tempo! Você pode pegar algumas dicas em outro post da Brincando com Papelão, como brincadeiras antigas: 10 opções para brincar com o seu filho!

Esperamos que tenha gostado das nossas dicas, até o próximo post!

 

Deixe um comentário