Aprender a desenhar estimula a criatividade e inteligência emocional! 

Desenhar é uma prática milenar, antes mesmo de existir a escrita as figuras já costumavam ser utilizadas! Aprender a desenhar na infância é uma verdadeira aventura! Seja para comunicação ou expressão de alguma emoção, toda criança pode comunicar por meio de imagens que para nós, adultos, muitas vezes parecem verdadeiros garranchos.

Muito pode ser dito pelos pequenos por meio de um papel, cores e imaginação! Nós preparamos nesse post um guia rico de informações sobre os benefícios de aprender a desenhar e como fazer isso de uma forma natural para eles, ou seja, brincando!

Uma fase boa para fazer arte!

A fase da infância deve ser vista com extrema importância e os estímulos visuais precisam ser muito bem trabalhados nela. As atividades lúdicas e brincadeiras são as maneiras mais recomendadas de desenvolver a criatividade, inteligência emocional, cognitiva e comportamental de uma criança.

É nesse momento que entram os desenhos, as cores, formas e pinturas! Ainda que a criança não exprima o dom de desenhar, todas elas gostam muito desse feito e com brinquedos que estimulam a criatividade fica fácil ensinar!

No início tudo vira espaço para os desenhos, o sofá, as paredes e até mesmo o chão. Mas, se você observar, à medida que a criança vai se desenvolvendo em todos os aspectos de sua vida, os seus traços também amadurecem e assim, se encontram com o papel. As formas ficam mais precisas, nítidas e bem definidas. Para isso, basta que os estímulos oferecidos se tornem mais sólidos.

Olha só alguns dos benefícios oferecidos pelo ato de desenhar:

Expressão de emoções

Você ficará surpreso ao perceber o quanto é possível revelar através de um desenho. O tamanho, formato e até mesmo as cores de uma imagem dizem muito o que uma criança sente ou quer dizer. Através dessa arte as crianças podem desenvolver uma ponte entre entre sentimento, conhecimento e percepção.

Por meio dessa prática, os pequenos começam a aprender como se comunicar socialmente e até mesmo a compreender funções sociais. Como explicar verbalmente o que foi criado.

Coordenação Motora

O desenvolvimento da coordenação motora é altamente perceptível. As linhas horizontais, verticais, figuras geométricas entre outros traços marcam a evolução e o crescimento de uma criança. Uma vez que ganhar precisão em suas linhas significa que o cérebro também está em crescimento.

Menina mostrando a palma das mãos sujas de tinta amarela
Little girl in a summer park. Cute child drawing near river

Os bebês, por exemplo, não conseguem respeitar o limite da folha em branco já as crianças de 4 anos possuem muito mais noção de espaço, formato e senso de realidade. Legal, não é mesmo?

Incentivo a Inteligência Emocional 

Ganho muito necessário atualmente, a inteligência emocional claramente é despertada através da arte das figuras. Essa atividade tranquiliza e acalma os pequenos, além disso, estimula a expressão das emoções, uma vez que pelas palavras eles não conseguem liberar sentimentos de situações complicadas que os cercam.

Um outro ponto positivo dessa prática é o fortalecimento da personalidade. Os traços podem variar entre leves e mais pontuais. Dependendo da figura escolhida ou do que ela deseja retratar, pode-se exigir mais concentração ou mais imaginação. Dessa forma, você pode conhecer muito mais sobre o seu filho, passar um tempo de qualidade e se conectar com ele através de uma imagem!

Desenvolvimento cognitivo

A medida que as crianças vão crescendo fica possível representar aquilo que elas percebem sobre o outro, sobre si e sobre o mundo. Ao passo que aumenta o conhecimento, aumenta-se também as qualidades, figuras e traços dos desenhos.

Essa atividade faz o cérebro trabalhar e muito bem a percepção e o senso de observação das crianças.

Como você pode perceber até agora, são mesmo muitos benefícios que no dia a dia podem ser imperceptíveis, mas se pontuados e observados a longo prazo trazem conquistas e feitos incríveis aos seus pequenos!

Atente-se a essa super dica: desenhar é uma prática precisa ser estimulada de uma maneira eficaz e humana se o objetivo for explorar todos os benefícios e não causar nenhum bloqueio na criança.

Criança correndo em local arborizado e suja de tinta

O desenho é uma atividade que deve ser aproveitada de maneira plena, por isso, não obrigue o seu pequeno a desenhar uma determinada figura de uma determinada cor, fortaleça as habilidades de autoconfiança do seu filho, deixe com que ele crie em liberdade!

Agora que você conheceu a extensão e profundidade que um desenho pode atingir em uma criança, chegamos ao ápice desse post. A partir de agora você irá aprender através das nossas dicas como é totalmente possível ensinar o seu filho a desenhar através de brincadeiras divertidas, criativas e lúdicas. Vamos juntos?

Como aprender a desenhar brincando: 5 dicas práticas para você

Apesar de parecer que isso acontece de uma hora para outra, na prática não é exatamente assim que funciona. A medida que os anos vão passando é acrescentado um passinho a mais nas obras artísticas produzidas pelas crianças, por isso, cotidianamente o processo precisa ser levado muito mais em conta do que o resultado em si. Agora, caneta na mão, é hora de praticar!

Do jeito delas é muito mais legal!

A princípio é importante não definir qual será o jeito certo de criar as imagens. Impor formas corretas pode travar uma criança, mesmo nos rabiscos mais sem sentido é possível identificar algo divertido para elas. Ao limitar em um certo tipo de padrão você impossibilita a criança de encontrar a sua personalidade e explorar novos conceitos.

Areias, lápis de cor, papel colorido, giz de cera, papel crepom, são alguns dos utensílios que podem ser utilizados ao criar as imagens, não necessariamente devemos permanecer nos objetos tradicionais, utilize objetos e tudo o mais que estiver ao alcançe. Deixe com que os pequenos experimentem texturas diferentes, isso trará um gosto muito maior a atividade!

Explore lugares

Geralmente, é colocado uma folha A4 em branco em cima de uma mesa e a criança permanece sentada. No entanto, explorar lugares diferentes é fundamental para que a criatividade exale todo o seu potencial.

Menina dentro de caixa de papelão fazendo rabiscos no interior da caixa

Utilize cartolinas no chão da sala, ou aviões de papelão no jardim, isso ajudará na observação de novos ambientes, objetos, animais e assim a criança produzirá novas imagens.

Invista em novidades! Elas adoraram!

Cadernos de desenho e folhas A4 são realmente sensacionais, mas… Há tantas novas ideias para explorar. É o caso dos brinquedos de papelão, por exemplo. Você pode apostar em casinhas em tamanho real, foguetes, carrinhos e muito mais! Não tem erro, é diversão na certa!

Abuse das tintas e das cores. Imagina só, um brinquedo feito pela própria criança? É criatividade garantida além da promoção da autoconfiança e da socialização! Invista nas habilidades socioemocionais do seu filho e se surpreenda ao ver os ganhos!

Desenhos em conjunto

Pegue um papel kraft, giz de cera, caneta hidrocor de variados tons e crie um ambiente de desenho coletivo. Deixe com que as crianças desenhem juntas e até mesmo veja os desenhos umas das outras. Dessa forma elas conseguem explorar o conhecimento e a percepção sobre a ótica do outro.

Crie uma exposição 

Imagine só que divertido uma exposição das obras de arte feitas pelas crianças? Além de super especial, é um estímulo considerável de interação social, uma vez que elas podem apresentar os desenhos para os visitantes e explicar as inspirações, histórias e emoções por trás daquela criação.

Percebeu que nossas dicas vão muito além de simplesmente técnicas? É claro que se você perceber que o seu filho possui um dom particular, deve investir em aulas de desenho para que ele adquira precisão e conhecimento na área. No entanto, não deixe que isso condicione o fato do seu filho aprender ou não a desenhar.

E então, que tal começar ainda hoje a aplicar algumas das dicas que deixamos por aqui? Vamos amar saber nos comentários qual você aplicou com o seu pequeno e o resultado do desenho produzido!

Para finalizar, compartilhe esse texto com mais pessoas, um dos nossos objetivos é fazer com que as crianças tripliquem a sua criatividade através de brincadeiras divertidas e únicas! Para mais textos sobre aprendizagem, desenvolvimento, diversão e muito mais, continue nos acompanhando, toda semana temos uma pauta imperdível, nos acompanhe e até a próxima!

Deixe um comentário